The cure for boredom is curiosity. There is no cure for curiosity.

26
Abr 11

Fui criada numa casa onde o roupeiro do quarto dos meus pais era revestido a autocolantes do Che Guevara e da Maria de Lurdes Pintansilgo. Onde o meu pai me deitou fora uns ténis cor-de-laranja porque filha sua "não anda com coisas da cor do PSD". Onde já adolescente encontrei um pin da LUAR que ninguém me quis bem explicar bem de onde vinha. Hoje sou eu que passo sempre o 25 de Abril na Avenida, apesar de o meu pai ter antes abraçado que neste dia a Primavera já vai alta que chegue para se ir para a praia.

O 25/4 sempre foi importante para mim, mas há dois anos atrás passou a ser mais. Será piroso dizer que tive uma "revolução interior", mas é verdade que assim foi. É uma pirosice com a qual convivo bem: afinal, não haveria dia melhor no calendário para me sentir grata. Obrigada aos meus capitães, venham eles de onde for.

publicado por Miss November às 14:40

19
Abr 11

Não há polegar tonificado por anos de prática de zapping que me faça escapar desta sina: é impossível passar por um canal de notícias sem esbarrar com um repórter em directo da porta do Ministério das Finanças. Reza a lenda pascal que lá dentro decorre uma última ceia na qual o FMI ditará de vez que devia ter levado mais a sério aquela altura em que pensei participar na lotaria do american green card.  Mas esta imposição jornalística de eu ter de levar com as paredes amarelas do Terreiro do Paço quarto-de-hora-sim/quarto-de-hora-não chega numa altura que a carrega de ironia. É que todos nós vemos as reportagens e pensamos “já nos andam a foder” – mas eu posso olhar para as colunas do Terreiro e acrescentar “eu já fui fodida ali”. Se isto não é poético, entrego já a minha alma ao FEEF sem passar pela casa da partida.

publicado por Miss November às 15:48

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO